Reportagem

Um dia de Ciências fora da sala de aula

Centro de Ciência Viva de Estremoz

Ciência vivaNo dia 17 de fevereiro de 2016 realizou-se uma visita de estudo organizada pelas professoras Patrícia Galhofo e Vera Falé, respetivamente de Ciências Naturais e Físico-Química, ao Centro de Ciência Viva de Estremoz.
Nela participaram os alunos de todos os sétimos anos e as professoras Patrícia Galhofo, Vera Falé, Rosália Correia, Ana Pedro, Anabela Alexandre e o professor Eduardo Carrão.
Os objetivos da visita de estudo foram aprofundar/consolidar conhecimentos adquiridos em Ciências Naturais e Físico-Química; estimular o interesse dos estudantes pelas mesmas disciplinas e ainda motivar os alunos para a aprendizagem.
A partida foi às oito horas, chegámos lá por volta das nove horas e até as atividades darem início às nove e meia estivemos a fazer o lanche da manhã. O nosso grupo fez primeiro a saída de campo à Pedreira de Extração de Mármore, onde identificamos e visualizamos diversos tipos de rochas e por fim vimos a extração de mármore.
Depois fomos visitar o Sistema Solar à Escala de Estremoz com o monitor Francisco. Antes do almoço estivemos no observatório de Ciências de Terra para ouvir uma palestra sobre a Deriva Continental e a Distribuição dos seres vivos dada pelo professor geólogo Rui Dias.
Depois do almoço às duas e meia fomos visitar a exposição permanente Terra um Planeta Dinâmico, onde Ciência viva1abordámos temas como a estrutura dinâmica da Terra, os movimentos vibratórios da crusta, o vulcanismo, a radioatividade, os diversos tipos de pressões atmosféricas, e o nosso monitor André ajudou-nos a dirigir um robô submarino.
O que nós mais gostamos foi sem dúvida ver a réplica do esqueleto do Tiranossauros Rex e ouvir um pouco da história desta espécie.

Foi um dia para recordar pois aprendemos coisas novas e consolida-mos com os conteúdos abordados nas aulas. Esperamos que continuem a fazer visitas de estudo interessantes e divertidas mas sempre para aprendermos coisas novas.
A empresa de transportes foi a Rodoviária do Alentejo.

Trabalho realizado por: Joana Arraia e Laura Cunha do 7º B

Separador1

Intercâmbio com os mais velhos

No dia 16 de novembro, os alunos do 8.º C apresentaram uma peça de teatro na sede da Universidade Sénior de Elvas. Esta atividade realizou-se no âmbito de um intercâmbio entre alunos da Universidade Sénior e alunos da nossa escola.
Este projeto teve início com a vinda dos “seniores” à nossa Biblioteca Escolar, em dezembro do ano passado, para nos apresentarem alguns textos da literatura tradicional e excertos dramáticos, juntamente com o seu desfile de chapéus.
Os alunos do 8.ºC quiseram retribuir a visita e, nas aulas da disciplina de Português, prepararam uma peça de teatro acompanhada, igualmente, de um desfile de chapéus que apresentaram aos seus amigos mais velhos.
Após a representação, estes, para agradecer a visita, presentearam os seus jovens colegas com um pequeno lanche. O encontro terminou com um convívio bastante interessante.

Filipe Piçarra e Maria Balsinhas, 8º C


Fotorreportagem

Separador1

Descobrir Lisboa

Teatro1As quatro turmas de 8.º ano realizaram uma visita de estudo a Lisboa, no dia 17 de março, no âmbito das disciplinas de História e Português.
De manhã, visitámos a Baixa Pombalina, reconstruída pelo Marquês de Pombal, e a Praça do Comércio, onde se destaca a estátua de D. José I. Ao longo do percurso, recordámos conteúdos que tínhamos estudado nas aulas de História.
Após o almoço, partimos ao Rossio em direção ao auditório onde assistimos à representação da obra Aquilo que os olhos veem ou o Adamastor, de Manuel António Pina, pela companhia “Arte d’Encantar”. A personagem mais divertida e que mais nos surpreendeu foi o marinheiro que interagiu com o público, provocando momentos hilariantes. Com esta atividade ficámos a conhecer melhor o texto estudado na disciplina de Português.
Logo a seguir ao espetáculo, dirigimo-nos aos autocarros e regressámos a Elvas, cansados mas muito satisfeitos.

Filipe Renga e Miguel Mendão, 8.ºC