Jovens jornalistas

1.º de Maio, Dia do Trabalhador

No dia 1 de maio, celebrou-se mais um Dia do Trabalhador. Esta data é assinalada anualmente, sendo feriado em Portugal, em vários países da Europa e no Brasil.
Em Portugal, o 1º de Maio só começou a ser festejado a partir de maio de 1974, após a Revolução do 25 de abril. Mas a origem desta data remonta ao dia 1º de Maio de 1886, nos EUA, quando mais de 500 mil trabalhadores saíram às ruas de Chicago, numa manifestação pacífica, exigindo a redução da jornada de trabalho para oito horas. A polícia tentou dispersar a manifestação, ferindo e matando dezenas de operários.
Quatro dias depois, a 5 de maio, os operários regressaram às ruas e registaram-se novamente feridos, com manifestantes a serem presos. A opinião pública revoltou-se contra ação da polícia e do Governo, assim como das entidades patronais, e, em 1889, o Congresso Operário Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º de Maio como o Dia Internacional dos Trabalhadores.
Este ano, o Dia do Trabalhador, em Portugal, foi novamente comemorado, em todo o país, com várias iniciativas sindicais e populares, manifestações, marchas, celebrações, comícios e até greves de forma a chamar a atenção do Governo e das entidades patronais para as necessidades e os direitos dos trabalhadores.
Sendo um dia feriado com sol, muitas famílias aproveitaram para descansar e passear.

http://hemerotecadigital.cm-lisboa.pt

Homepage

Helena Adagas

n.º 8 – 8.ºD

notícias1

 

Reconocimiento no asignado

En el pasado sábado, día 27 de abril, por las 21 horas, en Elvas, se inauguró una nueva calle con el nombre del cantante Carlos del Carmo, nombre famoso del Fado en Portugal, por el alcaide Nuno Mocinha, cerca del Coliseo Comendador Rondão de Almeida.
La inauguración tuvo lugar debido a un homenaje que se iba a realizar al cantante en el Coliseo, junto a otros artistas de renombre, tales como Ana Bacalhau y Luís Represas.
Pero esta inauguración, que ni siquiera había sido discutida y aprobada en asamblea del Ayuntamiento, dejó algunos elvenses enojados, pues Carlos del Carmo no tiene ninguna conexión con la ciudad y hay personas que la tienen, aunque no tienen el mérito de recibir esta distinción.
Hay que añadir que la calle elegida para el homenaje y en disputa no tendrá más que 400 metros.

Edicion y redacción de: Diogo Semedo nº9 9-D
notícias1

Alunos do 8.º ano da EB n.º 1 de Elvas foram a Lisboa

Os alunos do 8.º ano da EB n.º 1 de Elvas deslocaram-se, no passado dia 26 de março, a Lisboa em visita de estudo.
Durante a manhã, os discentes fizeram uma visita guiada ao Oceanário da capital, almoçaram no Parque das Nações. No período da tarde, assistiram à encenação da peça de teatro Aquilo que os olhos vêm ou o Adamastor de Manuel António Pina, pela Companhia de Teatro O Sonho, no Auditório do BES. Ambas as atividades foram enriquecedoras e muito apreciadas por alunos e professores.
A visita de estudo foi organizada pelos grupos disciplinares de português e ciências naturais.
Foi um dia muito divertido, de convívio, de brincadeira, de novas experiências e de aquisição de novos conhecimentos em que o belo dia de sol que se fez sentir também ajudou.
Todos gostaríamos que dias e atividades como estas se repetissem mais vezes!

Helena Adagas
n.º 8 – 8.ºD
notícias1
Escola EB n.º1 de Elvas comemorou o Carnaval

A escola EB n.º 1 de Elvas realizou, na passada sexta-feira, dia 1 de março, algumas atividades relacionadas com o Carnaval.
Destaque para o desfile e o concurso de fatos elaborados com materiais reciclados pelos alunos, subordinados ao tema «Os oceanos».
Num concurso onde sobressaiu a criatividade, o fato vencedor (nas fotos ao lado) foi elaborado por alunos da turma 8.º D em colaboração com a professora Cláudia Santos de Educação Visual.
Durante a tarde, houve, ainda, baile no pavilhão polivalente da escola.

Helena Adagas
n.º 8 – 8.ºD

notícias1

Carnaval Internacional de Elvas 2019

De 28 fevereiro a 05 março

O 23.º Carnaval Internacional de Elvas começa já no próximo dia 28 de fevereiro e prolonga-se até ao dia 5 de março.
Destaque para o desfile escolar que se realizará no dia 1, pelas 10h30m, nas ruas do Centro Histórico da cidade, com a participação de milhares de crianças das escolas do concelho.
Nos dias 2 e 5 de março realizam-se os Corsos Internacionais, com a participação de grupos carnavalescos portugueses e espanhóis, e no dia 4, à noite, terá lugar a gala coreográfica dos grupos de Carnaval elvenses, seguida de um baile no Coliseu Comendador Rondão Almeida.
O Carnaval Internacional de Elvas é organizado pela Câmara Municipal de Elvas, em colaboração com diversas associações e juntas de freguesia do concelho, e são esperados milhares de visitantes na cidade para assistirem aos vários desfiles. Não faltes!

http://www.cm-elvas.pt

Helena Adagas
n.º 8 – 8.ºD

notícias1Presépio ao vivo em Elvas

O agrupamento de escuteiros 158 de Elvas do Corpo Nacional de Escutas voltou a recrear, no passado dia 22 de dezembro, na Praça da República, o Presépio ao Vivo.
Esta encenação juntou cerca de 140 participantes e centenas de pessoas a assistir e teve como objetivo reviver a história do nascimento de Jesus.
Os escuteiros elvenses representaram as várias personagens e recrearam desde a viagem prévia ao Nascimento até à adoração do Menino, neste caso encarnado por um bebé real com cerca de 6 meses.
Na manhã desse dia, nas ruas do centro histórico, ocorreu um desfile etnográfico alusivo ao tema e, durante a tarde, realizou-se uma Feira de Natal, com artigos e doces feitos pelos próprios escuteiros, para angariação de fundos.
Estas iniciativas já são habituais em Elvas desde 1994 e contam com o apoio da Câmara Municipal de Elvas.

Helena Adagas – 8.ºD
Escola EB, 2,3 n.º 1 Elvas

notícias1

Um templo desconhecido e um teatro divertido!

No dia 3 de dezembro, os alunos do 9.º Ano da Escola Básica 2, 3 N.º 1 de Elvas visitaram um Templo Hindu e assistiram à representação da peça de teatro Auto da Barca do Inferno de Gil Vicente em Lisboa.
Pelas 11:00h, realizaram a visita ao templo Hindu Radha Krishna e aprenderam várias coisas sobre a comunidade hinduísta portuguesa e a respetiva religião. Ouviram ainda falar sobre o Karma e sobre vários dos deuses do hinduísmo, tais como Shiva, Ganesha e Krishna.
Depois, os alunos almoçaram nos jardins perto do Mosteiro dos Jerónimos.
Durante a tarde, os alunos deslocaram – se para o auditório do BES onde assistiram à peça vicentina Auto da Barca do Inferno, encenada pela companhia de teatro “ O Sonho” e representada por atores magníficos que interagiram com os alunos e geraram vários momentos cómicos.
Terminado o espetáculo, regressaram a Elvas, após um dia bastante
divertido e didático.

Edição e redação: Diogo Semedo e José Neutel, 9.º D

notícias1

Feira do Livro

No dia 28 de novembro visitamos a feira do livro realizada na Biblioteca Escolar. Assistimos a uma apresentação que falava de Fernando Namora.
Conhecemos uma grande variedade de obras, que têm por  objetivo incentivar os alunos a ler livros infantis e juvenis e que podem ser uma  excelente prenda de Natal.
Quem sabe este feira do livro tenha conseguido incentivar muitos alunos a ler livros interessantes que os ajudem a ser, um dia, o futuro, repleto de adultos cultos.

Beatriz Dourado e Catarina Brito, 8º C

notícias1

ENOVE+ em Elvas

A ENOVE+ – Feira do Empreendedorismo e Turismo – decorreu, em Elvas, nos passados dias 7 e 8 de novembro, no Coliseu Comendador Rondão Almeida, e foi visitada por cerca de três mil pessoas entre portugueses e espanhóis.
Esta iniciativa foi desenvolvida pelo Gabinete de Empreendedorismo e Emprego do Instituto Politécnico de Portalegre e teve como principais objetivos criar oportunidades, promover e debater o ensino superior, o emprego e o empreendedorismo.
A edição deste ano foi destinada a estudantes, diplomados, desempregados, empresas, instituições de apoio ao emprego e criação e desenvolvimento de empresas, escolas de formação profissional, instituições de ensino, associações empresariais e comerciais, associações de desenvolvimento regional e instituições financeiras.
O evento reuniu 40 stands de empresas de diferentes setores e entidades públicas e privadas, realizou workshops, conferências e debates de promoção do empreendedorismo e apoio ao emprego e à qualificação profissional e teve, ainda, o apoio da Câmara Municipal de Elvas.
A ENOVE+ nasceu em 2008, promovida pela Associação de Desenvolvimento Regional do Politécnico de Portalegre e é a segunda vez que se realiza na cidade de Elvas. A última havia sido em 2011.

Helena Adagas
8.ºD

notícias1

Manifestação Desmentida?

Na sexta-feira, dia 2 de novembro, os alunos da Escola Básica 2, 3 n.º 1 de Elvas (Ciclo de Santa Luzia) realizaram uma manifestação.
Os alunos da Escola Básica 2, 3 n.º 1 de Elvas manifestaram-se, junto ao portão da escola, pedindo melhores condições para aprender e estudar nesta escola. O assunto já tinha sido motivo de muita conversa e indignação, tanto para alunos como para funcionários. Os alunos reclamaram que, neste estabelecimento de ensino, existem várias falhas quer a nível técnico quer a nível estrutural (edifícios), acrescendo que possuiu placas de amianto nos telhados.
No final das declarações prestadas nessa data aos meios de comunicação social, a Diretora do Agrupamento, professora Brígida Gonçalves, afirmou que a manifestação não tinha justificação plausível, perante o que os alunos manifestaram ter sentido algum deconforto.
De acordo com o projeto de reabilitação do espaço escolar em contestação, apresentado pelo Presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, a “nova” escola vai contar com vinte e cinco salas de aula, quatro laboratórios, biblioteca, auditório, refeitório, bar e sala de convívio para alunos. Prevê-se que as obras tenham início no arranque do próximo ano letivo e estejam concluídas em 2021.

Toda a informação adicional pode ser consultada no site: https://www.linhasdeelvas.pt/noticias/regiao/10645-manifestacao-junto-a-escola.html (Jornal oficial da cidade de Elvas)

Edição e redação: Diogo Semedo e José Neutel, 9.º D